Jovem recebe alta após três anos internada em hospital da Ameron – Ameron

Jovem recebe alta após três anos internada em hospital da Ameron

Novo laboratório do Grupo Ameron é inaugurado em Porto Velho
9 de janeiro de 2020
Conheça nossa UTI Neonatal
31 de março de 2020

A emoção tomou conta do Hospital Samar na última sexta-feira (17), quando a paciente Amanda Mariano, de 21 anos recebeu alta, após passar três anos internada no Hospital que é referência em Porto Velho e pertence ao Grupo Ameron Saúde.

Diagnosticada com Miastenia Gravis, que é uma doença rara autoimune que afeta a comunicação entre o sistema nervoso e os músculos, Amanda foi internada em julho de 2017 na Unidade de Terapia Intensiva do Samar onde recebeu atendimento multidisciplinar garantindo qualidade de vida e evitando possíveis sequelas devido ao tempo de internação. Em agosto de 2019 foi transferida para o apartamento onde iniciou o procedimento de reabilitação.

Referência na capital, a UTI do Samar possui trinta e seis leitos em três unidades adulto com uma equipe interdisciplinar possibilitando proteção e tranquilidade para pacientes e familiares.

Durante o tratamento hospitalar e após a melhora de Amanda os familiares foram preparados para que a mesma pudesse continuar o tratamento em casa já que a doença exige diversos cuidados especiais – com acompanhamento de profissionais como terapeuta, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, dentre outros.

Para marcar a despedida de Amanda, toda equipe envolvida no processo de desospitalização organizou uma pequena homenagem como forma de registrar o carinho pela paciente que foi exemplo de superação para todos.

Ao receber alta Amanda fez questão de escrever uma carta de agradecimento a toda equipe, “Foram 956 dias de muita luta para mim, mas Deus me permitiu vencer, sou muito grata a Deus e toda equipe que contribuiu para minha melhora”.

Amanda continuará sendo assistida pela equipe do Hospital Samar com consultas rotineiras para avaliar sua evolução.

AVISO IMPORTANTE

Divulgação do reajuste único, apurado para o agrupamento dos contratos

coletivos empresariais com até 29 beneficiários.